Eternas lembranças

Para o infinito lanço minhas palavras...


Na grande esperança
de que as leves brisas as levem
para tua direção.
Para o ruim de um sentimento
solto minhas dúvidas.
E passo,
ao difícil passo
de começar crer que vamos ficar juntos.
Para o máximo de alegria elevo meu coração
quando ouço sua voz penetrar
em cada parte apaixonada de mim.
Para onde o amor não tem mais retorno.
Falo, em tom de voz cálida e suave
que Eu Te Amo
E que você se tornou a pessoa mais importante
na vida, cheio de vazios de alguém.
Para onde as estrelas do poeta vagam,
saio atrás de um pequeno espaço
onde eu possa morar dentro de você
em meio a passos estranhos que eu mesma vou criando
só para ficar um pouco mais perto de você.

(Autor desconhecido)

Nota


Este poema eu conheci aos 13 anos de idade. Amei-o do início ao fim. Nunca mais eu o vi, desde o dia em que queimei meu caderno de poesias, com mais de 450, devido a uma desilusão amorosa aos 15.
Não sei como, consegui lembrar cada pedacinho dele e quero compartilhar com vocês a minha emoção em resgatar um pedacinho da minha adolescência. Espero que gostem! Hoje tenho 28 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Me ajudem a melhorar, preciso saber o que vocês acharam.
Fiquem à vontade.